Não desistas de ti…

Afinal o que é me motiva? E a Ti? Motivamo-nos com muitas coisas. Seja bons resultados na escola, as pessoas, o trabalho ou mesmo o entendimento espiritual que a vida nos proporciona. A verdade é que, se existe alguma “fagulha” de insegurança, medo ou bloqueio, a nossa auto-estima abala-se logo. E eu posso dizer-vos que “ela” está proporcionalmente ligada a automotivação. Se não possuímos garantias sobre nós, que motivações teremos para alcançar novos desafios em busca de alguma coisa que seja verdadeiramente importante para a nossa vida?

Às vezes passamos por certos desafios, que são como testes, que servem como autoconhecimento. Como saberei se sou capaz o suficiente, se no primeiro obstáculo, desistir e me colocar na posição de vítima da história? Quantas vezes já repetimos para nós mesmos: “Eu não vou conseguir”, “Eu não sou suficientemente boa”, “Eu não sou capaz”, “Eu faço tudo errado”, ” Nada dá certo para mim”, ” Eu desisto!”

Aliás, falar de colocar-se no papel de vítima, carece de alguns esclarecimentos. Sabes quando nós reclamamos, reclamamos, e dizemos que nada nos acontece, mas também não fazemos nada para mudar? Ficamos lá, sentados, a ver a sessão da tarde, moribundos e assim… É… deste jeito parece-nos muito cómodo, mesmo, reclamar da vida! Esperar que as coisas caiam do céu, como se fosse um passe de mágica, seria realmente fantástico, mas eu posso afirmar com total convicção que isso só acontece nos teus sonhos mais loucos. A vida real é bem mais complexa. Exige-te movimentação. Inércia só serve para estudarmos, Física, é lá no ginásio. E o fantástico mundo de Bob, só mesmo na TV.

Quando foi lançado o livro e o filme ” O Segredo ” em que falava basicamente sobre a força do pensamento, seja ele positivo ou negativo, a maioria das pessoas resolveu “entubar-se” da teoria. Algumas encheram-se de pensamentos bons, otimistas e perceberam que de fato, tudo acabou por acontecer. As suas vitórias foram alcançadas. Enquanto outras, preferiram permanecer inertes ou então a nutrir-se de pensamentos negativos. Acreditem, isto é bastante comum entre algumas pessoas. Não em pessoas como tu, claro…Como consequência disso, a vida não sai do lugar. Anda para trás.

A fé move montanhas. É bem verdade. E se acreditas fervorosamente em algo e lutas por aquilo, usando forças más, até podes conseguir o que pretendes, mas inevitavelmente não ficarás de pé por toda a vida. Às vezes, a justiça “divina” demora um pouco. Às vezes nem se faz nesta dimensão. Mas acredita, que em algum momento, seja lá qual for a hora e o local, “aquele” lá de cima que nunca falha, dá o seu veredito. Da mesma forma que, se buscas com amor por algo que te motiva usando meios de energias boas, certamente alcançarás a vitória.

Pode acontecer também que encontres pessoas no meio do teu percurso que te possam dissuadir. Eu sei, isso parece cruel. Mas existe. Esse tipo de pessoas existem muito, e estão espalhadas por aí, até vestem roupas bonitas e fingem bons sentimentos. Mas a verdade é que não querem de forma alguma que tu cresças, que tu te destaques. Inveja e “fofoca” é o mal do século, é o que realmente pode acabar com a humanidade particular de qualquer pessoa. Sei que em alguma circunstância da vida, tu também te irás cruzar com esse tipo de pessoas. Mas se me permites um conselho, não dês ouvidos. Não desistas de ti…

Existem também aquelas pessoas que te amam verdadeiramente, mas que por um instinto natural de proteção, te tentam impedir. Isso é bastante comum também. Às vezes, quando queremos algo grandioso demais, mesmo que para isso tenhamos que abrir mãos de certas coisas, assusta mesmo. E essas pessoas, porque querem evitar que tu possas ter uma possível frustração no futuro, acabam por te travar. Não fiques contra elas. Entende que isso é apenas zelo. Elas não conseguem sentir e nem ver que o que Tu queres para ti mesmo, é a tua vida. Ama-os mesmo assim, e mostra-lhes que é no caminho que tens a aprendizagem, tu podes e deves fazer. Conforta-os com a tua segurança interna.

O estímulo vem de dentro de ti. Os fatores externos influenciam, obviamente. Mas nunca a ponto de ser maior do que a tua convição. Eu repito: Se tens amor pelo que te propões a fazer, luta. Não descanses. Corre atrás, move céus e terras. Memoriza e repete: “Raios ma partem se Eu não consigo”…Acredita em ti e na tua força, e com toda a certeza, a tua hora chega. Sei que pode parecer “cliché”. Mas nada é mais forte do que TU. Nada é suficientemente maior do que a tua vontade.

Todas as vezes que sentires que a tua auto-estima e motivação baixar, procura forças e concentra a tua energia em coisas que te possam valorizar, como este texto (desculpe a minha pretensão). Lembra-te de inúmeras pessoas que vieram do nada e conseguiram grandes feitos na vida, só porque não desistiram de si mesmas!

O texto vai longo, porém escrevo com muito carinho e amor no coração, a fim de te inspirar, incluindo a mim mesma. A Automotivação (motivo para a acção) é a chave para todas as portas trancadas que encontramos na vida. Esperança é o combustível necessário para continuarmos a acreditar. Não existe triunfo sem luta. Não te acovardes. Cada pedra, cada desafio, significa que estás mais perto de alcançar o que desejas. Permite-te olhar para dentro e ver o quão grandioso tu podes ser, se assim o quiseres.

Sê feliz. Força e uma dose de boa sorte é, só um mero detalhe, é a frequência que escolhes para o teu dia-a-dia…

 

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *